Categoria IDEIA DE NEGÓCIO

porDenis Pereira

Ganhe 1000 Mil Reais por Evento em Van de Salão de Beleza Móvel em Festas Infantis

Empresária investiu R$ 110 mil no novo negócio. Van é customizada e tem mais de mil opções de cosméticos e acessórios.

Ganhe 1000 Mil Reais por Evento em Van

No setor de festas infantis nem sempre é fácil agradar o público. Pensando nisso, a empresária Gabrielle Sant’Ana criou a van da beleza, um salão de beleza infantil móvel.

Antes de colocar essa ideia em prática, Gabrielle teve uma confecção. Ela vendeu esse negócio, o carro e investiu R$ 110 mil no novo negócio. 

Só para adaptar a van, foram R$ 40 mil. “A van é inteirinha customizada, tem cílios, é toda envelopada. Dentro, transformamos em um salão de beleza. 

Temos mais de mil opções em cosméticos e acessórios importados, esmaltes, penteadeira. Tudo que tem maquiagem e itens de beleza as crianças adoram”.

A própria empresária dirige o salão móvel. Ela faz de seis a oito festas por mês e cobra a partir de 
R$ 1 mil por evento. Segundo Gabrielle, essa é a primeira van de muitas: “É um mercado promissor, estamos em expansão”.

BEAUTY & FUN
Rua Rubem Braga, 58 – Sala 902 – Melville Empresarial I e II
Barueri /SP – CEP: 06485-365
Telefone: (11) 9 4204-2040
Email: beautyandfun@outlook.com
www.beautyandfun.com.br


Fonte: PEGN – Fotos: Vídeo Captura Portal G2
Postado por: Dicas de Negócios PME e PortalG2 – http://portalg2.com.br

DICAS:

Aprenda como Importar Produtos – SAIBA MAIS.

Microfranquia de Venda de Camisetas – SAIBA MAIS.


______________________________________________________
TAGS: negócio para investir, novo negócio, Negocio móvel, Trabalhar em van, Franquia, como ganhar dinheiro
porDenis Pereira

6 FRANQUIAS BARATAS DE ATÉ R$ 7 MIL PARA TRABALHAR EM CASA (HOME OFFICE).

Confira oportunidades de negócio para quem deseja investir pouco e administrar uma empresa no home office.


6 Franquias de ate R$ 7 Mil para Trabalhar em casa(Home Office)
É possível ser um franqueado trabalhando de casa, investindo pouco (Foto: Divulgação)

Trabalhar de casa é o desejo de muitos. Uma forma de realizar esse sonho é se tornar um franqueado home-based.

Existem empresas que oferecem a opção de franquia home-office, ou seja, você não precisa de um escritório comercial para ser um franqueado. Se você se interessou por esse modelo, e não pode investir muiito dinheiro, veja seis opções de microfranquias para trabalhar de casa, com investimento de até R$ 7 mil.

Todas as redes estão no Guia de Franquias 2017/2018 de Pequenas Empresas & Grandes Negócios. No total, a edição traz informações sobre mais de 1000 redes. Você pode comprar o Guia nas bancas de todo o Brasil e também fazer seu download no seu tablet. Confira mais informações no aplicativo do Guia de Franquias. Baixe-o aqui.

1. Vilesoft

6 MICROFRANQUIAS BARATAS
Fundada em 1986, em Minas Gerais, a Vilesoft é uma empresa que desenvolve software para gestão de empresas de diversos portes e segmentos. Entre eles, indústria, telemarketing e até de saúde.

Para ser um franqueado home-based da empresa, o investimento é de R$ 1,9 mil.

2. Esthetic Green

MICROFRANQUIAS DE TRABALHAR EM CASA COM COSMÉTICOS
A Esthetic Green é uma união de loja de dermocosméticos e centro de estética. Entre os produtos vendidos pela empresa, há 12 marcas disponíveis, além de 30 serviços de estética

Você pode ter uma franquia em casa da Esthetic Green investindo R$ 1,9 mil.

3. College Personal English

MICROFRANQUIA PARA TRABALHAR EM CASA (HOME OFFICE)
A rede de escolas de inglês College Personal English foi fundada em 1995, por João Araújo, em Minas Gerais. O foco da escola é o ensino do idioma a universitários e, uma das possibilidades são as aulas online.

Os franqueados também podem aderir ao modelo de franquia online, em que ficam responsáveis pelos contatos comerciais, podendo dar ou não as aulas. Para esse modelo, trabalhando em casa, o investimento é de R$ 2,6 mil.


4. AcquaZero

6 MICROFRANQUIAS PARA TRABALHAR EM CASA
A AcquaZero foi criada em 2009 pelo empreendedor Marcos Mendes. A proposta da rede de franquias é lavar o carro gastando menos de um copo de água. O segredo da limpeza diferente está em um produto químico desenvolvido pela própria marca.

O investimento inicial necessário para ter uma unidade da AcquaZero é de R$ 5,5 mil.

5. PremiaPão

MICROFRANQUIA BARATA DE ATÉ R$ 7 MIL
A PremiaPão é especializada na comercialização de publicidade em sacos de pão. Fundada por jovens empreendedores, a empresa tem, hoje, mais de 200 unidades espalhadas pelo Brasil.

Para ser um franqueado home-based da PremiaPão, é preciso investir R$ 6 mil.

6. CI

6 MICROFRANQUIAS PARA TRABALHAR EM CASA
Fundada em 1988, por dois empreendedores brasileiros, a CI é uma empresa de intercâmbios. Ela oferece cursos de idiomas em diversos países, intercâmbio de férias para adolescentes, programas de estágio e de trabalho remunerado, mochilões, cursos profissionalizantes, entre outras opções.

Você pode ter uma franquia da CI em sua casa com o investimento de R$ 7 mil.


Fonte: PEGN – Foto: Divulgação
Postado por: Dicas de Negócios PME e PortalG2 – http://portalg2.com.br

DICAS:

Aprenda como Importar Produtos – SAIBA MAIS.

Microfranquia de Venda de Camisetas – SAIBA MAIS.


______________________________________________________
TAGS: negócio para investir, novo negócio, home office, Negocio em casa, Trabalhar em casa, Franquia Barata, como ganhar dinheiro

porDenis Pereira

EMPRESA FATURA 1.7 MILHÃO POR MÊS COM COMIDA CONGELADA GOURMET

O francês François Christian Pierre Mallard, 47, trouxe técnicas de cozimento de sua terra natal e fundou a Brasil Gourmet.

Empresa fatura 1.7 Milhão com comida congelada

Filé de frango recheado com queijo da Brasil Gourmet (Foto: Divulgação)


Qual é a primeira imagem que lhe vem à cabeça ao pensar em uma refeição congelada? Na maior parte das vezes, o alimento pode ter um gosto industrializado demais ou ainda ser sem sabor e ‘sem graça’. No entanto, para o chef francês François Christian Pierre Mallard, comidas congeladas podem, sim, ser saborosas, aprazíveis e bem apresentadas. Foi por conta desse pensamento que o cozinheiro criou, em 2013, a Brasil Gourmet.


Instalada em uma área de 4.000 m² em Juiz de Fora, Minas Gerais, a Brasil Gourmet produz cerca de 130 toneladas de alimentos por mês – todos eles prontos para consumo. Mas isso não significa que eles vêm em latinhas com conservantes ou caixotes de papelão congelados. Na verdade, as refeições que saem da indústria passam por técnicas de cozimento francesas: o “sous vide” e o “cook & chill”.

O “sous vide”, técnica criada em 1970, consiste em embalar o alimento já temperado à vácuo dentro de um saco apropriado e cozinha-lo em tanques de água em temperatura constante e por um longo período de tempo, até chegar na consistência ideal.


Essa técnica mantém o ‘caldo’ que a comida solta e, por isso, retém as propriedades e as fibras que normalmente são perdidas na cocção.

Já o “cook & chill” significa, basicamente, um cozimento dentro dos padrões de qualidade com imediato resfriamento ou congelamento do alimento.


François Christian Pierre Mallard, da Brasil Gourmet (Foto: Divulgação)

“Trabalhei com as técnicas por muito tempo em uma indústria francesa multinacional nos Estados Unidos. Depois ela abriu uma filial no Brasil, então vim pra cá. O negócio não deu muito certo, acabou fechando, mas acabei ficando aqui”, diz o francês, que se estabeleceu em Minas Gerais em 2001.

Com as práticas de cozimento em mente e nas mãos, François percebeu uma demanda de mercado por alimentos prontos para consumo de boa qualidade. “Senti que o Brasil tinha que valorizar a matéria-prima que produzia e, ao mesmo tempo, as pessoas precisavam de processos que facilitassem a preparação de alimentos”, afirma o chef.

Atualmente, a Brasil Gourmet conta com mais de 100 receitas elaboradas por François. O cardápio vai desde proteínas animais, como costelinha suína, confit de pato, filé de frango recheado com queijo), até massas, molhos e o tradicional arroz e feijão. 

 Camarão com pasta e vegetais
Camarão com pasta e vegetais (Foto: Divulgação / Brasil Gourmet)

A clientela da Brasil Gourmet são marcas e redes e franquias de restaurantes, supermercados, cozinhas industriais, hospitais e hotéis das cinco regiões do país.

No período de um mês, a fábrica produz cerca de 130 toneladas de alimento e fatura, aproximadamente, R$ 1,7 milhões.

Para os próximos meses, o objetivo é crescer ainda mais, principalmente por conta de um equipamento de congelamento à base de nitrogênio que vai dobrar capacidade de produção de refeições, possibilitando chegar até 240 toneladas de alimentos por mês.

Fonte: PEGN – Foto: Divulgação
Postado por: Dicas de Negócios PME e PortalG2 – http://portalg2.com.br

DICAS:

Aprenda como Importar Produtos – SAIBA MAIS.

______________________________________________________
TAGS: gastronomia, negócio para investir, novo negócio,
porDenis Pereira

EMPREENDEDORA INVESTE R$ 300 REAIS E FATURA 60 MIL COM NEGÓCIO LUCRATIVO

No último ano, a Virall Retrô faturou R$ 60 mil vendendo cerca de 90 peças de biquínis e lingeries

Negocio Lucrativo
Patricia Helena Galves é a fundadora da Virall Retrô, que faz biquínis e lingeries sob medida (Foto: Divulgação)

Patricia Helena Galves, paulistana de 28 anos, sempre teve vontade de abrir seu próprio negócio. Formada em design de moda e filha de costureira, ela partiu de uma máquina de costura caseira e investimento inicial de cerca de R$ 300 em tecido para realizar seu sonho.


A Virall Retro, que vende biquínis e lingeries sob medida, surgiu do trabalho de conclusão de curso da faculdade de Patricia. “Fiz um biquíni de poá estilo retrô que sonhava há tempos, mas nunca encontrava do jeito que queria. Mostrei para minhas amigas e elas adoraram”, conta a empreendedora.


Depois do apoio das amigas, Patricia decidiu investir em seu sonho. Com recursos caseiros fez os biquínis que seriam a primeira coleção da marca. A empresa foi lançada oficialmente em março de 2015, com um ensaio na praia que tinha as amigas de Patricia como modelos para as peças.



Com 300 Reais e Ganhe 60 Mil com Negocio LucrativoPara adquirir uma peça, basta escolher o modelo e informar as medidas necessárias na hora de concluir a compra pelo site (Foto: Divulgação)


A empresa começou vendendo biquínis. Depois, as lingeries entraram no catálogo. As peças eram feitas seguindo uma tabela tradicional de tamanhos. Mas, com o tempo, isso mudou, explica Patricia: “Eu percebi que somente com uma tabela padrão  não conseguia atender minhas clientes, e assim fui mudando o método”.

Hoje o diferencial da empresa é produzir peças sob medida e personalizadas. “Acredito que cada mulher é única e tem um corpo diferente. Temos que respeitar isso”, afirma a empreendedora. Ela diz buscar, em seu negócio, entender a necessidade e o desejo de suas clientes.

O negócio cresceu e, neste ano, ganhou a primeira funcionária. Heloise Almeida, também de 28 anos, é quem coordena as redes sociais da marca e a produção dos ensaios que divulgam as roupas.

As peças da Virall Retrô, todas produzidas por Patricia, são vendidas pelo site e página do Facebook da marca. Como os biquínis e lingeries são feitos sob medida, a empreendedora criou um manual que ensina as consumidoras a tirar as medidas corretamente.

Para adquirir uma peça, basta escolher o modelo e informar as medidas necessárias na hora de concluir a compra pelo site.

No último ano a empresa vendeu cerca de 90 peças por mês, e faturou R$ 60 mil. Os biquínis ainda representam maior parte das vendas, por isso, no período do verão e o que o antecede, as vendas são maiores, segundo Patricia.

Como planos para o futuro, a dona da Virall Retrô busca aumentar a produção. Isso será possível ao contratar parceiras para auxiliar na confecção e ao investir em um local maior para o ateliê.


Fonte: PEGN – Foto: Divulgação
Postado por: Dicas de Negócios PME e PortalG2 – http://portalg2.com.br

DICAS:

Aprenda como Importar Produtos – SAIBA MAIS.

______________________________________________________
TAGS: gastronomia, negócio para investir, novo negócio,
porDenis Pereira

7 MICROFRANQUIAS LUCRATIVAS PARA VOCÊ INVESTIR

Veja opções de negócio em vários setores que exigem investimento inicial de até R$ 90 mil

7-micro-franquias-lucrativas-para-investir
O Instituto Pilates é uma das opções, com investimento inicial de R$ 66 mil (Foto: Divulgação)

O mercado de franquias é procurado por muitos empreendedores. Com oportunidades de todos os preços, é comum ficar em dúvida na hora de escolher qual a melhor rede para se investir.


Quem não tem um orçamento muito grande disponível, geralmente procura um nicho específico do mercado: as microfranquias.

A diferença delas para as franquias é o investimento inicial, que deve ser de, no máximo, R$ 90 mil.

Se você se interessou em ter uma microfranquia, veja abaixo sete opções interessantes para investir. Todas elas estão no Guia de Franquias 2016/2017 de Pequenas Empresas & Grandes Negócios.

1. Microfranquia Jornal do Síndico

Aroldo de Lima Marcelo criou o Jornal do Síndico em 1987, na capital baiana. O jornal leva conteúdo informativo e anúncios de empresas fornecedoras aos síndicos e administradores.

Os franqueados atuam no formato home-based ou em salas comerciais de 20 metros quadrados. O investimento inicial da microfranquia é de R$ 20 mil.


2. Microfranquia iGUi Trata Bem

Criada em 2012, a iGUi Trata Bem é uma microfranquia especializada em manutenção de piscinas e vendas de produtos químicos.

Para ter uma loja da marca, o franqueado deve investir R$ 37 mil.


3. Microfranquia Kumon

A rede de escolas Kumon foi fundada em 1958, no Japão, e está no Brasil desde 1977. Com cursos de matemática, português, inglês e japonês, o investimento para começar a microfranquia é de R$ 49,2 mil. 

4. Microfranquia Instituto Pilates

A rede Instituto Pilates está presente em sete estados brasileiros. As aulas de pilates da empresa são focadas na solução de problemas na coluna.

Para abrir uma franquia do empreendimento é preciso investir R$ 66 mil. 


5. Microfranquia AcquaZero

Marcos Mendes criou a AcquaZero em 2009. A proposta da rede de franquias é lavar o carro gastando menos de um copo de água. O segredo da limpeza diferente está em um produto químico desenvolvido pela própria marca.

O investimento inicial necessário para ter uma unidade da AcquaZero é de R$ 67,5 mil.

6. Microfranquia Cartório Legal

Criada pelo empresário Gilmar Lima, a Cartório Legal é uma rede de microfranquias de serviço cartorial. Eles buscam soluções nos serviços de documentações.

O investimento para a microfranquia é de R$ 82,5 mil.

7. Microfranquia Escolinha Guga

Criada por Gustavo Kuerten, a Escolinha Guga ensina tênis para crianças de 5 a 10 anos. Com a sede em Santa Catarina, a rede está espalhada por nove estados do Brasil.

Para ser franqueado da Escolinha Guga, o investimento é de R$ 82,5 mil.



Fonte: PEGN – Foto: Divulgação
Postado por: Dicas de Negócios PME e PortalG2 – http://portalg2.com.br

DICAS:

Aprenda como Importar Produtos – SAIBA MAIS.

______________________________________________________
TAGS: Franquias, Microfranquias, negócio para investir, novo negócio, abrir empresa
porDenis Pereira

Pet Shopping virtual reúne Pets em um raio de 5 KM para venda de produtos

Site mapeia Petshops em um raio de 5 km e mostra os preços.
A entrega é feita em, no máximo, três horas.

Pet Shoping de Animais

O mercado pet vem driblando a crise e só ano passado faturou R$ 19 bilhões no Brasil. A novidade agora é um shopping virtual que só vende produtos para animais de estimação. São dezenas de lojas e milhares de produtos na tela do celular ou do computador.

O shopping virtual exclusivo para pets foi ideia de Marcelo Bondezian. Ele montou o negócio em 2016. “Nós vimos que não existia um marketplace para esse segmento. As pessoas ainda têm o habito de comprar em mercado ou ir até pet shop. Eu vi uma oportunidade aí”, conta o empresário.

Marcelo investiu R$ 500 mil para contratar equipe, desenvolver e divulgar o portal. Até agora, reuniu 143 petshops: “Para o pequeno empresário, a vantagem é que ele entra no shopping virtual, expõe seus produtos, sem ter que investir nada. É de graça. Só paga depois que vende, 5% de comissão”.

Denis Matiussi é dono de um petshop e se cadastrou no shopping virtual. Em um mês, teve 20 pedidos: “O fato da gente ter escolhido esse shopping virtual para trabalhar junto é por não ter a necessidade de fazer investimento em tecnologia. Não preciso criar meu próprio aplicativo, meu próprio ecommerce e gastar, investir muito em tecnologia e marketing”.

O marketplace tem 12 mil itens cadastrados, de ração e vacinas a roupas, brinquedos e acessórios e foi programado para facilitar a vida do consumidor. Assim que registra o endereço, o site mapeia as lojas em um raio de 5 km da casa deles e mostra os produtos que eles selecionaram com os preços cobrados em cada petshop. Assim que o cliente escolhe os produtos, o petshop selecionado recebe o pedido. A entrega é feita em, no máximo, três horas.

Como o consumidor não está preocupado com o tamanho da loja, mas com produto e preço, ele vai no atendimento e preço. Se a loja é pequena, tem produto competitivo e entregar em prazo adequado, ele não é diferente de uma rede. Então, dentro de um marketplace todos são iguais. O pequeno fica grande”, explica Marcelo.

O marketplace pet ainda não dá lucro, mas o empresário não duvida do potencial do negócio. Além dos 5% cobrados sobre o valor das compras, o site tem o big data, que é a informação de todos clientes e seus melhores amigos.

PET COM
Avenida do Oratório, 2944 – Parque São Lucas
São Paulo/SP – CEP: 03220-100
Telefone: (11) 2742-3736
Email: contato@petcompleto.com.br
www.petcompleto.com.br

BEAGLE
Telefone: (11) 2364 5785
www.aplicativobeagle.com.br
Fonte: PEGN – Foto: Divulgação
Postado por: Dicas de Negócios PME e PortalG2 – http://portalg2.com.br

DICAS:

Aprenda como Importar Produtos – SAIBA MAIS.


TAGS: Petshopping, dicas pra negócios, site de animais
porDenis Pereira

5 DICAS PARA EMPREENDER – DO ATOR BRUNO GAGLIASSO

O ator Bruno Gagliasso, que tem empresas em diversos segmentos, dá dicas importantes para quem sonha em abrir um negócio

5 DICAS PARA EMPREENDER - DO ATOR BRUNO GAGLIASSO
Bruno Gagliasso é empreendedor com negócios em diversos setores (Foto: Divulgação)


Bruno Gagliasso, de 35 anos, é conhecido no páis por sua carreira de ator. No entanto, o carioca também é um empreendedor de sucesso. Ele participa de negócios de diversos setores.

RECOMENDADO PARA VOCÊ

O ator é sócio de diversos empreendimentos. Tem sociedade, por exemplo, em restaurantes, como o orgânico Le Manjue, a lanchonete Burger Joint e o Forneria Família Gagliasso, especializado em culinária italiana; no mercado fitness, com a academia de crossfit CFP9; nas artes marciais mistas, com o evento de lutas Fight 2 Night; no setor hoteleiro, com a Maria Bonita Noronha, uma pousada localizada em Fernando de Noronha; no mercado de beleza, com o Espaço Gioh, um salão montado com a esposa, Giovanna Ewbank; na produção de conteúdo, com o Gioh, um portal também gerenciado em parceria com Giovanna; e no mercado de startups, com a Brave, uma plataforma que cria aplicativos de transporte e mobilidade, e a CredPago, que intermedia o contato entre locatários e pessoas que desejam alugar um imóvel.

PUBLICIDADE

O último projeto, o CredPago, é um dos quais o ator deposita suas esperanças. “Liberamos, em 20 minutos, um aluguel. Normalmente o processo leva 20 dias. Vamos facilitar a vida de quem atua no mercado imobiliário e de quem busca um lugar para morar”, diz Gagliasso.

A SEGURIR 5 DICAS:


1. Ter uma equipe é fundamental
Segundo Gagliasso, é impossível ter sucesso no mundo dos negócios sem o apoio de profissionais competentes. O ator e empreendedor, inclusive, tem uma holding, chamada 13BGM, que é responsável pela gestão das empresas. “Tenho um escritório, com pessoas que cuidam de todos os aspectos do negócio e estudam mercados com potencial de sucesso”, afirma.

Gagliasso afirma que, em períodos em que está fazendo novelas, ele não conseguiria cuidar das empresas sozinho. “Seria simplesmente impossível. Sem um bom time, nem eu nem qualquer empreendedor consegue ter bons resultados”, diz.

2. Empreender é técnica
O carioca afirma que, na carreira de ator, a capacidade de expressar emoções é determinante para o sucesso. Já no empreendedorismo, a racionalidade é mais importante. “É importante pensar em vários cenários, estudar bastante e dominar assuntos que interessam para o seu negócio. Empreender é técnica.”

3. Aposte no que você acredita
Em sua carreira como empreendedor, Gagliasso apostou em negócios de vários mercados. Segundo ele, essa diversificação não foi estratégica – ele não seguiu esse caminho para não ser afetado por uma crise que dizimasse um determinado setor, por exemplo. Ele o fez por gostar dos mercados que escolheu. “É claro que eu faço análises e não tomo nenhuma decisão por impulso, mas acredito nos negócios que escolho”, afirma Gagliasso.

4. Amigos, amigos…
Negócios à parte. Gagliasso costuma atuar em parceria com sócios. Segundo eles, amizades prévias não foram determinantes para o estabelecimento de uma parceria. “Negócio é negócio. Prefiro conhecer um sócio competente e me tornar amigo dele do que virar sócio de alguém que eu já gosto. Seu amigo pode não ser o sócio que você precisa.”

5. Não pense em crise
Gagliasso diz que o Brasil enfrentou crises na grande maioria da sua vida. E que os momentos de calmaria são exceções à regra. “Empreender no Brasil é complicado. Vamos atravessar mais alguns anos de crise. É por isso que, em vez de pensar em crise, o empreendedor brasileiro deve ter foco e se preparar para cuidar do próprio negócio.

Fonte: PEGN – Foto: Divulgação
Postado por: Dicas de Negócios PME e PortalG2 – http://portalg2.com.br

DICAS:

Aprenda como Importar Produtos – SAIBA MAIS.


TAGS: Bruno Gagliasso, dicas pra negocios, dicas pra empreendedores

porDenis Pereira

COMO MONTAR UM MINIMERCADO EM 7 PASSOS – TENDENCIA

Saiba Como montar um minimercado. O empreendedor brasileiro pode aproveitar o embalo

COMO MONTAR UM MINIMERCADO

Como montar um minimercado

Minimercados devem buscar o atendimento personalizado para se diferenciar (Foto: ThinkStock)
O Perfil do consumidor brasileiro mudou muito nos últimos anos. E isso não foi diferente no varejo de alimentos. Segundo o Sebrae-SP, grande parte das famílias deixou de fazer as tradicionais “compras de mês” nos hipermercados para atender às necessidades do dia a dia com aquisições menores, em mercados de bairro. Esse fenômeno que tem gerado empregos e afetado diretamente setores como a indústria e o agronegócio. De olho nesta tendência, a Feira do Empreendedor deste ano no Pavilhão do Anhembi, em São Paulo, estruturou pela primeira vez um minimercado-modelo, espaço exclusivo para quem está pensando em como montar um minimercado.
Com 225 m², o ambiente contará com as principais seções de um minimercado, oferecendo dicas e recomendações para o empreendedor ter um negócio de sucesso. Os visitantes poderão conferir, como montar um minimercado na prática, e sobre a importância de uma loja bem planejada e a maneira correta de expor seus produtos, fatores que afetam diretamente as vendas da empresa. Segundo Rodrigo Palermo de Carvalho, consultor do Sebrae-SP, o espaço é voltado tanto para os visitantes que querem abrir um minimercado quanto para quem já é dono de negócio. “O espaço dá a base para quem vai começar e novas ideias àqueles que já estão no mercado”, diz.
A expectativa é que, ao longo dos quatro dias de evento, mais de 2.500 pessoas passem pelo minimercado-modelo. Para o consultor, a alta procura pelo espaço está ligada a uma tendência para 2017. “O mercado de bairro está ganhando mais espaço porque oferece atrativos que grandes redes não conseguem proporcionar por conta da escala. Atendimento personalizado, relacionamento com a comunidade e produtos de diferenciados estão em alta com os consumidores”, afirma Carvalho.
O consultor listou quais são os passos a serem dados para quem está pensando em abrir um minimercado. Confira.
Como montar um minimercado

Como montar um minimercado

1. Localização

Segundo o consultor, a escolha da localização é a decisão mais importante para o dono de um minimercado. A partir dessa definição, o empreendedor vai estabelecer toda a sua estratégia, estruturando o modelo de negócio e o mix de produtos baseado no público-alvo da região. “Se o seu negócio estiver em um bairro com maior poder aquisitivo, você deve buscar atender esse público. O mesmo serve se estiver em uma região com menor poder de compra”, diz Carvalho.

2. Atendimento personalizado

Não é fácil se destacar em relação às grandes redes. Para o consultor do Sebrae-SP, dificilmente um minimercado consegue atrair os clientes por conta do valor dos seus produtos. O setor cresce pela personalização do atendimento, pelo portfólio e pela conveniência. Por isso, Carvalho aponta que o empreendedor deve incentivar seus funcionários a tratar os consumidores de maneira personalizada. “Normalmente, o comprador vai ao estabelecimento com mais frequência. É aí que o atendimento deve se diferenciar, buscando tratá-lo de forma intimista, auxiliando-o durante as compras.”

3. Relacionamento com a comunidade

Como já apontou o consultor, a escolha da localização define toda a estratégia do negócio. Dentro disso, é importante manter uma relação boa e próxima com a comunidade da região onde o seu minimercado está localizado. Ações que aproximem o empreendedor dos seus possíveis clientes são altamente recomendadas, porque passam uma imagem positiva da empresa. O especialista sugere que, por exemplo, o empreendedor convide uma escola da região para conhecer o seu negócio e mostrar como funcionam os processos dentro da empresa.

4. Planejamento visual

O planejamento visual de um minimercado deve ser muito bem feito. “É fundamental para quem trabalha neste setor”, diz Carvalho. Para o consultor, é de extrema importância que haja comunicação entre a escolha da fachada, do logotipo e das cores, por exemplo. Também entra no planejamento visual a disposição da loja, que deve seguir uma linha de acordo com as suas características. “Se você vende somente comidas típicas de uma região, o visual deve estar relacionado ao local de origem dos seus produtos”, afirma.

5. Limpeza e conservação

Essencial para qualquer estabelecimento relacionado à alimentação, o cuidado com a limpeza deve ser muito prezados pelo empreendedor. Mas, segundo o consultor, não basta ter uma equipe de limpeza eficiente, ela também deve tomar cuidado para não atrapalhar o fluxo dentro da loja. “O percurso realizado pelo cliente dentro do mercado não pode ter empecilhos”, diz Carvalho.

6. Capacitação de funcionários

Uma das principais características dos minimercados é que normalmente são estabelecimentos com poucos funcionários. É exatamente por isso que o empreendedor deve primar pela capacitação da equipe. “É fundamental investir nesses funcionários para que você tenha um time empenhado em fazer o negócio dar certo”, afirma Carvalho.

7. Atenção às novas tecnologias

Estar atento às inovações tecnológicas pode fazer toda a diferença para o empreendedor. Segundo Carvalho, há tecnologias disponíveis no mercado que já facilitam a vida do empresário, capazes de melhorar a transição de dados do fluxo de caixa, estoque e inventário, além das etiquetas eletrônicas, que agilizam processos e aumentam a produtividade dos funcionários. Outro fator a que o empresário deve ficar atento é em relação às redes sociais. “Há uma geração nova muito ligada às mídias sociais. Estar presente nelas pode ser uma forma de atingir esse público”, afirma o consultor.

Esta dica é nossa – Bons preços

Até os dias de hoje eu ja entrei em muitos Minimercados de várias partes de São Paulo e fora dele e uma coisa sempre me chamou a atenção: Em todos eles os preços praticados eram bem mais altos do que os praticados nos grandes mercados. Eu até entendo que os Supermercados compram em grande quantidade e por isto tem preços mais baixos. Então eu pergunto: Porque os Minimercados não buscam por cooperativas ou se juntam para comprar muito e mais barato?
Desta forma terão melhores preços e mais chances de vender.
Fica mais esta dica ok.
Um abraço e Boa sorte!

Veja também:

Aprenda como Importar Produtos – SAIBA MAIS.
Fonte: PEGN – G1 – Fotos: ThinkStock.
Postado por: Dicas de Negócios PME e PortalG2


____________________________________________
TAGS:
Como montar um minimercado, mercado pequeno, negócios
porDenis Pereira

COMO GANHAR DINHEIRO NA INTERNET – TRABALHO EM CASA

Descubra várias formas de Ganhar dinheiro, Trabalhando em casa.

Como ganhar dinheiro na internet

Como ganhar dinheiro na internet

Antes de mais nada quero me apresentar;

Meu nome é Denivaldo, sou Técnico em eletrônica com especialização em Telefonia, Informática e Elétrica, Sou Webmaster atuante em Hospedagem e Criação de Sites, Blogs, Portais e etc. Atualmente trabalho também como (SEO) otimização de sites, Lojas e Blogs; Gosto muito de aprender, ver vídeos e cursos On-line onde aprendo tudo que preciso e que tenho vontade de aprender.
Eu trabalho em Casa (Home Office) a mais de 17 anos, e nestes muitos anos trabalhando em casa, aprendi muitas coisas sobre este assunto e tenho muitas dicas, macetes e segredos para ensinar a você que pretende trabalhar no conforto da sua casa onde terá mais tempo para a sua família e ainda ganhando muito dinheiro!

Você esta pronto para ser um Empreendedor?

Se Você esta pensando que vai ser fácil, eu te digo com toda a certeza e segurança: Depende de você!
Ha pessoas com uma grande determinação para vencer, não tem medo de lutar, de se arriscar e até de errar, aprendendo com seus erros e se levantando para continuar da forma certa; É um guerreiro e vencedor! Para este eu digo que vai ser fácil!
Ha outro tipo de pessoa que desiste fácil, que fica chorando pelos cantos, reclamando da vida e que diante de uma dificuldade sempre diz “não vai dar certo“… A estas eu digo desde ja: Você precisa mudar de atitude, crescer e virar um(a) Lutador(a).
Esta disposto a mudar? Se a resposta for sim, continue lendo este artigo…
Se resposta for não, pare de ler este artigo agora mesmo! Continue pegando seu Ônibus, Trem e Metrô lotado pois, esta postagem não é para você mas, sim para os que querem vencer na vida com respeito, honestidade, dignidade e muita força de vontade.
Agora que nos entendemos… Vamos para as dicas, das quais uma servira pra Você.

1- Como ganhar dinheiro na internet – Com Blogs:

Como ganhar dinheiro na internet

Como ganhar dinheiro na internet

Você gosta de escrever? Tem facilidade de desenvolver um texto bem redigido ou uma ideia? É conhecedor de algum assunto popular (Nicho) por exemplo: Dicas de saúde, dicas de cabelos, dicas de culinária e etc… Se a resposta for sim, então Esta dica serve pra Você!

Hoje em dia é muito fácil criar um Blog gastando apenas 40,00 ano, pago ao Registro.br pelo domínio (nome do seu blog) ex: dicasdeculinaria.com.br; O Blog em si é de graça, basta Você entrar no endereço http://blogger.com criar um blog gratuito e começar a escrever matérias para pessoas interessadas no assunto escolhido.
Depois é só se inscrever em sites de afiliados, no Google Adsense.com, e colocar anúncios pagos em seu Blog, e se tiver muito acesso de leitores, poderá vender espaços publicitários para outras empresas do mesmo nicho do seu Blog; Acredite! Eu ja vi Blogs vendendo espaços publicitários por 2.000 reais e ja tinha vendido 5 deles…
Mas não pense que vai ser da noite para o dia! Primeiro Você precisa criar o Blog, configurar um domínio particular, postar pelo menos 3X por semana, divulgar no Facebook, Gmais em todas as redes que achar e depois aguardar por meses até que ele fique conhecido na internet para então começa a ganhar dinheiro.
DICA: Comece agora e logo estará ganhando em dólar…

2-Como ganhar dinheiro na internet – Com E-mail Marketing:

Como ganhar dinheiro na internet

Como ganhar dinheiro na internet

OBS.: Esta ideia também pode ser usada para divulgar a dica de Blog acima.

Muitas pessoas pensam que “Ganhar dinheiro na internet” só é possível com negócios on-line,
Isto é um engano!

Afinal de contas, todos os negócios rentáveis de hoje em dia passam pela internet, que é sem dúvida a mais importante forma de divulgação do mundo, na qual se atinge milhões de pessoas e empresas em um único clique. [ ENVIAR ]… Estou falando de “ganhar dinheiro na internet” com E-mail marketing.

Se você ja tem uma empresa física qualquer e possui um site, contrate o serviço de e-mail marketing para enviar milhares de e-mails com um link do seu site em propagandas, promoções de produtos e muito mais… Seu site receberá muitas visitas e sua empresa fechara centenas ou milhares de negócios…

Mas se você tem um negócio on-line tipo um Blog e quer divulgar para ter mais visitas, contrate o serviço de e-mail marketing para atrair milhares de novos leitores aumentando o número de  visitantes e por consequência terá mais ganhos em Dólares e Reais.
Mais detalhes deste incrível serviço, digite no Google: Serviço de e-mail marketing.

3-Como ganhar dinheiro na internet – Com Produtos Importados:

Como ganhar dinheiro na internet - Com Produtos Importados

Como ganhar dinheiro na internet

Todo mundo sabe que comprar e vender produtos da China e dos Estados Unidos da muito lucro, o que ninguém sabe direito é como fazer isto da forma correta, com nota fiscal e garantia de produto e entrega. Então vamos dar um norte pra você que pretende embarcar nesta ideia de Importação de Produtos como: Camisetas, Relógios, Perfumes, Peças de carro, Sapatos de marcas famosas, Cosméticos… Ganhando até 3 X mais que o valor comprado.

Ha muitos vídeos sobre este assunto na internet (youtube) ensinando como importar produtos dos Estados Unidos e China; A dica é assistir vários vídeos, pegando um pouco aqui e ali. Desta forma e com um pouco de boa vontade e esperteza Você poderá aprender vários detalhes de como importar produtos dos Estados Unidos e China sem precisar saber Inglês ou Chines.
Mas ainda precisara descobrir quais são os melhores fornecedores e outros detalhes importantes para uma compra ideal com toda a segurança. Use a mesma estratégia acima!

Mas se você estiver disposto(a) a pagar por estas informações, AQUI Tem um curso online que qualquer pessoa poderá fazer e aprender de forma muito simples, (basta ter um computador, Tablete ou Celular com internet). Neste curso, os professores ensinam passo a passo como importar vários tipos de produtos, além de fornecer listas de sites e fornecedores de produtos confiáveis; Você aprende e pratica facilmente, importando pra você ou para vender para seus amigos, parentes, no Mercado Livre e até mesmo em lojas físicas e Online.
Se quiser saber mais sobre este curso muito bom que indico sempre, clique em:  Mais detalhes.

Dica dada, agora vamos para a próxima dica que servira também para quem vai importar.

4- Como ganhar dinheiro na internet – Através de Loja Online:

Como ganhar dinheiro na internet - Através de Loja Online

Como ganhar dinheiro na internet

Mesmo com cenário nacional desfavorável, o comércio eletrônico seguiu crescendo. Só nos seis primeiros meses de 2016 o faturamento total do e-commerce subiu 5,2%, chegando a R$ 19,6 bilhões, conforme a E-bit. E para 2017 os estudos apontam para um crescimento ainda maior de aproximadamente 8% chegando a 44,06 Bilhões. Dito isto! Vamos para a próxima dica de como ganhar dinheiro na internet.
Criação de uma loja Online ou E-commerce. 
Existe vários tipos de lojas online no mercado, inclusive algumas gratuitas mas, se você pretende levar a serio e ainda ter suporte técnico e apoio de um profissional, sugiro que você compre uma Loja e pague a mensalidade que lhe dará todo o suporte técnico necessário; Uma loja padrão custara em torno de 700,00 pago em até 12 X em sites da internet.
DICA: Procure um profissional próximo de você! Acredite será melhor na hora das dúvidas e apoio técnico.

O que vender?

Lembra dos produtos importados sugeridos na dica acima? Com a loja, você poderá vende-los e mais  uma infinidade de coisas; Da pra vender qualquer coisa em Lojas online que dispõem de categorias… Ex: Joias, Roupas, Relógios e etc.
Com uma Loja Online, da pra vender até produtos digitas do tipo: E-Book, Template, Apostila para (Download).

Como divulgar?

Você poderá divulgar  no Facebook, no Gmais, no Instagram, em Campanhas do Google ADWords, Bing e Poderá também fazer divulgação através de e-mail marketing, disparando para milhares de e-mails de sua lista ou ainda poderá comprar uma…
Gostou desta ideia?
Pronto(a) pra começar?
Então mãos a obra!

5- Como ganhar dinheiro na internet – Através de Vídeos no YouTube:

Como ganhar dinheiro na internet - Através de Vídeos no YouTube

Como ganhar dinheiro na internet

Você ja deve ter assistido muitos vídeos no YouTube até hoje, não é mesmo? Provavélmente devido a uma dúvida que você teve sobre um determinado assunto… Mas acredito que nunca pensou em fazer um…  Então ai vai mais uma dica de como ganhar dinheiro na internet – no conforto da sua casa:
Para esta dica Você precisara de no mínimo um celular com uma boa câmera de filmagem ou uma maquina fotográfica com câmera embutida.

Vamos saber um pouco mais…

Os YouTubers, como são chamados, podem ganhar até 8 milhões como é o caso do:

PewDiePie: o comediante Sueco conhecido pelos vídeos bem humorados na rede e lucra cerca de US$ 8 milhões.
O Whindersson Nunes: um piauiense que ganhou milhares de fãs fazendo vídeos com paródias de música.
O Felipe Neto: é brasileiro, que criou um dos primeiros canais do YouTube no país.

Mas e Você?
Espero que você tenha a coragem e determinação para criar um canal e cuidar dele de tal maneira que seja muito acessado e que lhe de milhares de Dólares!
Entenda… Só depende de você, da sua força de vontade e determinação.

DICA: Para saber mais sobre como ser um YouTuber, basta buscas vídeos no Google ou mesmo no YouTube. Aprenda tudo que puder e mãos a obra!

VEJA TAMBÉM:

Os YouTubers estão com tudo. Neste mês, a Forbes publicou uma lista com os dez criadores de conteúdo do site mais bem pagos do mundo. Em primeiro lugar  …

6- Como ganhar dinheiro na internet – Venda de produtos digitais:

 

Como ganhar dinheiro na internet - Venda de produtos digitais

Como ganhar dinheiro na internet

Você ja deve ter ouvido falar muito de Afiliado ou produtor de produtos digitais, não é mesmo?
Então vou te falar de um dos mais lucrativos negócios online de agora e sem dúvidas também do futuro; Eu estou falando do produtor de produtos digitais.
Neste momento você pode estar pensando o que são produtos digitais?
Então vamos a sexta dica de como ganhar dinheiro na internet produtos digitais:

Produtos digitais nada mais são do que Vídeo aulas, e-books, Templates, Áudio-books, e etc…
Um produtor de um produto digital pode vender uma cópia do seu produto para milhares de pessoas em um único dia, semana ou mês, ganhando dezenas, centenas, milhares de Reais.

Como ele faz isto?

Imagine que exista uma plataforma com aproximadamente 700 mil afiliados, vendendo produtos digitais de um produtor; Digamos que o produto custe 100,00 e que cada afiliado venda um por semana… Veja: 700 X 100 X 4 = 280.000 mês. Gostou? Então que tal você aprender a ser um produtor de produtos digitais ou um Afiliado vendedor de produtos digitais em seu Blog?
Material de apoio: Como se tornar um Afiliado de Sucesso!

Gostaria de saber como?

A resposta é muito complexa, então vou apontar caminho das pedras  para você aprender tudo sobre como ser um afiliado e como ser um produtor digital https://academy.club.hotmart.com.

Só uma coisa: Quando você estiver ganhando muito dinheiro, lembre-se de mim e mande um pouco ok?

Seis é um número legal, então vou ficando por aqui.
Espero que você tenha gostado das 6 dicas de como ganhar dinheiro na internet.
A minha torcida é que uma delas sirva pra você, abandonar o Ônibus, Metrô ou Trem lotado e que consiga ganhar muito dinheiro no conforto da sua casa, em seu novo Home Office!

Se você gostou Indique, Compartilhe ou deixe o seu recado abaixo ok.

Um abraço e muito boa sorte!

LEIA TAMBÉM:

Como Ganhar dinheiro com Importação de produtos

Como ganhar dinheiro com venda de comida

Por: Denivaldo Pereira do Dicas de Negócios PME e PortalG2
Fotos: Divulgação.

____________________________________________
TAGS:
como ganhar dinheiro na internet, como ganhar dinheiro, 
Como ganhar dinheiro na internet

 

porDenis Pereira

AMIGOS INVESTEM EM MARMITAS SAUDÁVEIS ULTRACONGELADAS

Negócio de comida saudável é a dica da Lucco Fit Refeições que oferece 36 kits diferentes de comidas saudáveis para o consumo.

Dica de negócio de comida saudável congelada
Comida saudável congelada (Foto Divulgação)

aixão pelo estilo de vida saudável foi o que motivou dois amigos a abrir um negócio. Os administradores de empresas Gustavo Brunello, 29 anos, e Daniel Luco, 25, deixaram a carreira em multinacionais para abrir, em 2015, a Lucco Fit Refeições, que entrega refeições congeladas a domicílio.

A história começou pela paixão dos amigos por atividades físicas e por um estilo de vida mais saudável. “Eu sempre frequentei muito a academia e sempre foi adepto aos alimentos funcionais, que são mais nutritivos e geram mais benefícios à saúde”, afirma Brunello. “Um dia começamos a produzir refeições em casa, com os mesmos ingredientes que nós já estávamos acostumados a comer, para ver se haveria o interesse de outras pessoas”, diz.

A dupla então passou a cozinhar aos finais de semana, como um hobby, e se dividiam durante a semana para entregar na casa de amigos e familiares. “Depois de um mês trabalhando nesse esquema, passamos a vender para amigos de amigos e a Lucco Fit começou a ganhar corpo e fazer mais sucesso”, diz o empreendedor.

Para aumentar o marketing da marca, os empreendedores desenvolveram páginas nas redes sociais e um site próprio e a demanda também aumentou. “A gente tinha investido R$ 1 mil inicialmente para fazer um logo e comprar as primeiras embalagens e ingredientes. Contudo, quando o negócio cresceu, alugamos um espaço maior e contratamos funcionários, pois só nós dois na cozinha não funcionava mais”, diz Brunello. Nessa segunda fase da empresa, a dupla investiu mais R$ 100 mil.

Para se adequar às vontades do público, que não era composto somente de pessoas do mundo fitness, a dupla também precisou flexibilizar o cardápio. “A gente começou com receitas para o público que assim como nós fazia muita musculação. Mas percebemos que muitos clientes estavam interessados na alimentação saudável, mas não necessariamente no ganho de massa muscular. Por isso, contratamos um chef de cozinha para nos ajudar a montar os pratos e equilibrar os nutrientes”, diz o empreendedor. Hoje, 70% do público da empresa são mulheres.

As entregas da empresa são terceirizadas e atendem as regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro, bem como as cidades de Campinas, Vinhedo, Valinhos e Jundiaí.  O pagamento é feito pelo site e a empresa aceita vale-refeição e boleto bancário, além de cartões de crédito. As entregas são feitas durante o horário comercial, das 8h às 19h.


Os valores das refeições variam entre R$ 12 e R$ 24, sendo o mais barato para sopas e o mais caro para pratos com peixes como o salmão. Uma refeição de frango com legumes, por exemplo, custa R$ 14. “Nosso diferencial é que a comida chega pronta para o consumo. Temos 36 kits diferentes e é só colocar no micro-ondas, pois cada porção já vem em uma embalagem prática própria para o consumo. Além disso, trabalhamos com ultra congelamento, que preserva a textura e os nutrientes dos ingredientes”, afirma Brunello.

A empresa não revela o faturamento, mas espera faturar R$ 1 milhão no próximo ano. “Entre as nossas metas está a abertura de uma loja física em janeiro de 2017 no bairro dos Jardins, em São Paulo (SP). Também queremos começar uma microfranquia para quem quiser vender as marmitas congeladas na região em que mora e ter uma renda extra”, diz Brunello.


Fonte: PEGN-G1 / Foto: Divulgação Lucoofit.

Postado por: Dicas de Negócios PME e Portal G2 – http://portalg2.com.br


TAGS: empreendedorismo, marmita, comida, saudável, dica de negócio