9 Dicas para Criar um Empresa PME – Movimento Empreenda e um Tempero do G2

UM SONHO POSSÍVEL – BASTA ACREDITAR E PERSEVERAR
Dicas dadas pelo consultor Carlos Miranda CEO do Fundo BR, para o Movimento   Empreenda 

1- Como desenvolver uma ideia?

Identifique uma necessidade ou problema que afete um número significativo de pessoas. Pense em soluções criativas. Não esqueça de comparar com outras já existentes e pesquise tecnologias que possam ajudar a concretizar a ideia.
2- Como saber se uma ideia é boa, inédita e inovadora?
Procure encontrar pessoas de confiança que poderiam fazer parte de seu público-alvo e crie um grupo, com a maior diversidade possível, para testar a ideia, incluindo pessoas com grande senso crítico – o objetivo não é receber elogios. Pesquise ainda se algo semelhante está sendo feito em outro lugar.
3- Como financiar uma ideia?

Ideias boas precisam de dinheiro inteligente, ou seja, vindo de pessoas ou instituições que possam trazer também outros benefícios, como estratégia ou redes de relacionamento. Uma boa opção é o investidor anjo, que aposta no futuro da empresa sem cobrar retorno imediato.
4- Como proteger minha ideia legalmente?

Descreva por escrito, da forma mais clara possível, sua ideia ou seu produto, incluindo a maior quantidade de informações técnicas. Leve a descrição aos órgãos competentes para fazer os registros necessários (propriedade industrial, marca e patente). Se for apresentar a ideia a alguém antes de concluir seu desenvolvimento, peça sempre a assinatura de um termo de confidencialidade. Para mais informações, acesse o site do Inpi (Instituto Nacional da Propriedade Industrial): http://www.inpi.gov.br/.

5- Como fazer uma análise de viabilidade financeira?

Procure simular todos os custos fixos e variáveis que terá, tanto para iniciar o negócio quanto para administrá-lo. Não esqueça de buscar informações relevantes, como necessidade e variação de capital de giro e de estoques, entre outras. Em seguida, comece a simular as receitas e veja se as contas fecham favoravelmente.

6- Como escolher um sócio?

As pessoas buscam confiança e empatia, por isso tendem a procurar amigos e parentes. Mas o que realmente importa é o aspecto profissional: escolha pessoas que tenham qualidades que complementem as suas. Conheça desde o início os processos formais e documentos necessários para todas as mudanças que podem ocorrer numa sociedade. É melhor tratar de temas delicados antes que aconteçam problemas, para evitar que a emoção interfira nas decisões.

7- Quanto tempo demora para meu negócio começar a funcionar?

Não existe uma resposta exata. Em grande parte, isso depende de sua dedicação. Mas há vários aspectos que não dependem de você, como os trâmites burocráticos e as oscilações de mercado. Um empreendedor de sucesso precisa ser capaz de administrar a ansiedade e ter persistência, foco e flexibilidade para mudar a rota se necessário. Prepare-se para a possibilidade de tudo demorar no mínimo o dobro do que você esperava, e não desanime.

8- É importante ter um conselheiro? Por quê?

O ideal é ter a seu lado desde o início pessoas que ajudem a pensar todos os aspectos do negócio, da estratégia à operação. Tente montar um grupo com diferentes formações e experiências. Faça reuniões periódicas com temas bem definidos. Esteja aberto e disposto a ouvir críticas.

Dica do G2: Tão importante como ter uma boa ideia, é acreditar fortemente nela.
O Movimento Empreenda tem ótimas ideias, e o SEBRAE te dará todo apoio e informação que precisa para ser bem sucedido. Boa sorte!

Fonte: Movimento Empreenda e um pitadinha do G2

 PUBLICIDADE:
 DIVULGUE a sua Empresa ou produto AQUI! Saiba mais

_________________________________________________________
Tags: dicas do movimento empreenda,
como desenvolver uma ideia,
como funciona uma ideia,
como proteger uma ideia,
como escolher um socio,
home office, uma ideia.